É sempre bom saber 😉

It's always good to know 😉
Translated
Image may contain: text
Ministério da Saúde

A tuberculose é transmitida de uma pessoa para a outra pelo ar. Em situações comuns, como ao falar, espirrar e, principalmente, ao tossir. As pessoas com tuberc...ulose ativa lançam no ar partículas em forma de aerossóis contendo a bactéria. Mas lembre-se compartilhar roupas, copos, talheres e outros objetos não transmite a doença. #TBTemCura

See More
It looks like you may be having problems playing this video. If so, please try restarting your browser.
Close
Posted by REDE-TB
477 Views
477 Views
REDE-TB

Fique atento, tosse por mais de três semanas 😷👇

Infecção latente da tuberculose tem novo formato de remédio
Infecção, que afeta quem tem imunidade baixa e entrou em contato com doentes, terá o tratamento simp...lificado

A Isoniazida, remédio utilizado no tratamento da infecção latente por tuberculose, será testada em formato de 300 mg, o que possibilitará que os infectados tomem apenas uma dose do remédio ao dia, ao invés de três. Vera Maria Neder Galesi, diretora da Divisão de Tuberculose do Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, explicou o que é a infecção latente e comentou a dificuldade em tratar a tuberculose.

See More
Infecção, que afeta quem tem imunidade baixa e entrou em contato com doentes, terá o tratamento simplificado
jornal.usp.br

Hoje foi dia de festa,defesa de dissertação de mestrado da Marcela Gama.

No automatic alt text available.
Image may contain: 12 people, people smiling, people sitting and indoor
Image may contain: 10 people, people smiling, people sitting

Sem estoque, vacina contra tuberculose acaba em 30 dias

Os estoques da vacina Bacilo de Calmette-Guérin – popularmente conhecida como BCG, indicada para prevenção da tuberculose – estão em baixa no Município de Campo Grande. ...
correiodoestado.com.br

#SomosSUS Aclamada como nova presidente do Centro Brasileiro de Estudos da Saúde – Cebes Pela Reforma Sanitária – em seu quinto e último simpósio nacional, real...izado no fim de novembro, Lúcia Souto e a nova diretoria da entidade foram oficialmente empossados na manhã de 31 de janeiro. A atividade aconteceu no Centro de Estudos Estratégicos da Fundação Oswaldo Cruz (CEE-Fiocruz) e foi celebrada juntamente com uma reunião entre lideranças do movimento sanitário e médico do Rio de Janeiro com parlamentares ligados à Frente Brasil Popular.

See More
Encontro das lideranças do movimento sanitário e médico com parlamentares marcou a posse da nova diretoria, no Rio de Janeiro
abrasco.org.br

O que é Tuberculose Pleural e como curar

A tuberculose pleural é a infecção da pleura, que é a fina película que reveste os pulmões, pelo bacilo de Koch, e provoca sintomas como dor no tórax, tosse, fa(...)
aperderpeso.tk
Doença pode afetar outros órgãos além do pulmão, fique atento aos sintomas e conheça o melhor tratamento para tuberculose extrapulmonar.
minhavida.com.br

Governo promove qualificação sobre hanseníase e tuberculose para profissionais de saúde em Patos e Sousa

Organizações pressionam países dos Brics a se empenharem no combate a tuberculose

Brasil possui média de 33,7 casos a cada 100 mil habitantes e está entre nações com maior incidência

Brasil possui média de 33,7 casos a cada 100 mil habitantes e está entre nações com maior incidência
brasildefato.com.br

Agentes penitenciários e detentos da Máxima participam de projeto que servirá de referência contra tuberculose | Agepen

Saúde Prisional Agentes penitenciários e detentos da Máxima participam de projeto que servirá de referência contra tuberculose 13 de novembro de 2017 - 10:57 imprensaagepen Campo Grande (MS) – Com a finalidade de reduzir a incidência da tuberculose (TB) na população carcerária, projeto pioneiro no B...
agepen.ms.gov.br

Manifesto para a importância do trabalho das agentes do instituto Vila Rosário em Combate a Tuberculese. Você que conhece o nosso trabalho contribua com sua assinatura é seu CPF para declarar o quanto nosso trabalho é importante para acabar com a tuberculose.

O CEBAS é um certificado concedido pelo Governo Federal, por meio de Ministérios, a organizações privadas, sem fins lucrativos, reconhecidas como entidades beneficentes de assistência social que prestam serviços em suas... respectivas áreas.

Foi aberta uma Consulta Pública para manifestação da sociedade civil sobre o pedido de renovação do CEBAS (Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social em Saúde), fundamental para seguirmos com as nossas ações, por isso, contamos com o seu apoio.

A consulta é exclusivamente online e disponível somente na página do Ministério da Saúde/CEBAS: http://siscebas.saude.gov.br/…/WebAppli…/consultaPublica.php

Temos até o dia 03 de novembro de 2017 para que você se manifeste a favor da Fundação Ataulpho de Paiva.

Para tanto, acesse o link: http://siscebas.saude.gov.br/…/WebAppli…/consultaPublica.php e siga as instruções abaixo.

1. Localize a FUNDAÇÃO ATAULPHO DE PAIVA.
2. Após localizar, clique em MANIFESTAR;
3. Você só precisará informar seu Nome e CPF;
4. Digite o texto “Manifesto meu apoio à Fundação Ataulpho de Paiva” e complemente com o que considerar relevante;
5. Informe o código de segurança fornecido e, em seguida, clique em Salvar. É necessário para concluir o seu Manifesto.

See More
Idt Ufrj added 32 new photos — with José Elabras Filho and 28 others.

Um pequeno exemplo de como foi a comemoração dos 60 anos do Instituto de Doenças do Tórax da UFRJ. Em breve postaremos mais imagens.

O município de Barueri foi premiado pela qualidade nas ações de controle da tuberculose. O prêmio fo
alphatimes.com.br

Tuberculose atinge 1.500 a cada 100 mil presos no Complexo de Gericinó

Pesquisa da Fiocruz aponta que incidência nas prisões de Bangu é bem mais alta que a média do país

Pesquisa da Fiocruz aponta que incidência nas prisões de Bangu é bem mais alta que a média do país
oglobo.globo.com
Jorge Luiz da Rocha, pneumologista do Hospital Hélio Fraga, enumera as consequências do sucateamento de hospitais de referência na doença
oglobo.globo.com
No automatic alt text available.
Alexandre Milagres

"Hospitais de referência em tuberculose no estado do Rio estão abandonados - No Raphael de Paula Souza, em Curicica, setores inteiros já foram desativados". Mat...éria de Rafael Galdo, O Globo, 17/10/17. Foto de Bárbara Lopes, Agência O Globo.
------------
RIO - Entrar pelos corredores do Hospital Municipal Raphael de Paula Souza, em Curicica, pode parecer uma incursão por um mausoléu abandonado. São setores inteiros desertos, consultórios fechados, paredes e tetos carcomidos por infiltrações. Para onde se olha, há evidências de que a unidade definha, apesar de ser considerada uma referência para a internação em casos graves de tuberculose. Uma doença que, como O GLOBO mostrou no último domingo, deixa mais mortos no Rio do que em qualquer outro estado brasileiro — foram cinco óbitos para cada 100 mil habitantes em 2016. E que, enquanto segue o rastro de problemas sociais como as moradias precárias em favelas, denunciam médicos e outros profissionais, também mata devido ao desmonte da rede de saúde pública que deveria atender justamente os pacientes em estado mais grave.
— Hoje, a maior parte dos tratamentos acontece nas unidades básicas de saúde. Há casos, no entanto, em que é necessária a internação. Ao mesmo tempo que as pessoas morrem com tuberculose em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), os hospitais de referência perderam leitos e sofrem com a falta de infraestrutura e de recursos — afirma o médico tisiopneumologista Alexandre Milagres, que trabalhou 36 anos no Raphael de Paula Souza.
MULTIRRESISTÊNCIA AOS MEDICAMENTOS
Ele lembra que o hospital foi criado em 1952, para tratar os pacientes de tuberculose, concebido até arquitetonicamente para esses atendimentos, com um único andar, corredores amplos e áreas bem ventiladas e iluminadas por luz natural. No entanto, desde 1999, diz ele, quando a gestão do hospital passou do governo federal para o município do Rio, a unidade entrou num processo de deterioração.
Nesta segunda-feira, ao circular pelo hospital, a equipe do GLOBO constatou que o ambulatório de infectologia e as áreas onde são feitos os atendimentos de saúde básica seguem movimentadas e em pleno funcionamento. Mas basta seguir pelos pavilhões da unidade para encontrar estruturas sucateadas. Há salas fechadas com portas presas com tábuas pregadas à parede, antigos consultórios vazios e lugares que se assemelham mais a um cenário de filme de terror. “Antes, era fácil conseguir atendimento para tuberculose aqui. Hoje, é muito difícil”, dizia uma funcionária da unidade.
— O hospital segue com sua expertise tanto no tratamento das decorrências da doença quanto na associação entre tuberculose e HIV. Mas, se tinha 1.500 leitos quando foi criado, hoje tem pouco mais de 30, e a pneumologia se resume a dois, três médicos. Isso num quadro em que o Rio é campeão nacional da tuberculose multirresistente, muitas vezes uma consequência de tratamentos malfeitos, em que os pacientes desenvolvem resistência aos medicamentos existentes. Alguns desses pacientes têm lesões pulmonares graves e, às vezes, requerem internação para oxigenoterapia — afirma Milagres.
Neste caso específico, atualmente, a unidade de referência para as internações na cidade do Rio é o Hospital Estadual Santa Maria, em Jacarepaguá, com pouco mais de 90 leitos. A situação dele, no entanto, não difere muito da do Raphael de Paula Souza. Há anos, os funcionários vêm denunciando que a situação é crítica, com falta de insumos, medicamentos, luvas e máscaras de proteção respiratória.
— O abandono no Santa Maria é o mesmo. É preciso uma política pública, de estado e município associados, para readaptar esses hospitais, além de criar leitos em outras unidades adequados ao atendimento. Hoje, parte dos leitos que havia no Hospital Estadual São Sebastião, fechado no Caju, por exemplo, foi transferida para o Hospital dos Servidores, mas num lugar completamente fechado e inapropriado — afirma o vereador Paulo Pinheiro (PSOL), presidente da Frente Parlamentar em Apoio ao Combate da Tuberculose da Câmara dos Vereadores, que tratará do assunto numa audiência pública este mês.
DENÚNCIA AO MINISTÉRIO PÚBLICO
Ele ressalta ainda que, de acordo com números obtidos pela Frente junto à Secretaria municipal de Saúde, vêm aumentando na cidade do Rio os casos detectados de tuberculose multirresistente. Em 2013, a taxa de incidência foi 0,9 caso a cada 100 mil habitantes. Taxa que aumentou para 1,5 por 100 mil em 2014 e chegou a 1,8 por 100 mil em 2015.
A conjuntura de precariedade nos hospitais e gravidade dos casos, segundo Jorge Darze, presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenan), levará a entidade a encaminhar uma denúncia ao Ministério Público estadual para que unidades como o Raphael de Paula Souza e o Santa Maria, assim como o Ary Parreiras, em Niterói, sejam inspecionados.
Procurada para comentar a situação do hospital de Curicica, a Secretaria municipal de Saúde não se pronunciou.

See More
It looks like you may be having problems playing this video. If so, please try restarting your browser.
Close
117,472 Views
PAHO-WHO

Tuberculosis may seem a disease of the past, but it's actually the world's top infectious killer today.
We need to unite to #EndTB