Photos
Reviews
4.7
51 Reviews
Tell people what you think
Bastos Anurb
· May 23, 2017
Fã do programa Ao vivo com as pretas, por mais mídias e canais nossos falando para nós! Parabéns a organização!
Cris Nogueira
· January 9, 2017
Apenas palmas de pé para esse ilustre projeto.
Que juntos plantemos a cada nascer e pôr do sol a semente da igualdade,do amor e respeito mútuo.
Bely Bk
· March 8, 2017
Adoro minhA cor não tenho preconceito...tudo qe é colorido é bonito...esse mundo tem qe ser colorido..nós mulheres negras brancas pardas.colorimos o mundo..parabens nós mulheres.
Valdice Hora Rosado
· June 27, 2016
Excelente oportunidade para conhecer melhor os nossos direitos,lutarmos por eles e que juntos somos fortes e queremos respeito, dignidade, trabalho e reconhecimento por tudo que o nosso povo fizeram e... fazem pelo nosso país. Foram muitos anos de lutas e sangue derramado para hoje ainda continuarmos escravizados pelo o preconceito e o racismo. See More
Rute Fiuza
· April 12, 2017
Junt@s somos fortes ��. Por nossos direitos e valores nenhum passo atrás!!.
Jose Sergio De Oliveira Oliveira
· February 27, 2016
Otmo preciso de contatos e ideias pra discutir estou no face watsap fala comigo.
Rafael Dantas
· November 15, 2015
E a cor do Brasil porque elas tem que serem respeitadas cada dia mas .
Barbara Silva
· September 8, 2015
Quero fazer parte!e muito para tomamos conhecimento dos nossos direitos
Sandra Mazambi Araujo
· August 18, 2014
Um grande ensetivos , a nos mulheres .quero fazer parte dessa lutar contra intolerâncias
Dhy Negradhy
· July 29, 2014
precisamos de + iniciativas como essa.
Luciana Jesus
· August 6, 2014
Estamos fazendo nosso trabalho de formiguinhas
Maria Estela Costa da Silva
· April 19, 2017
PARABÉNS COMPANHEIRAS GUERREIRAS, JUNTAS SOMOS MAIS FORTES , HISTORICAMENTE MATAMOS UM LEÃO POR DIA !!!!
Alesandra Santos
· April 12, 2017
QUEREMOS O PROTAGONISMO NO EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIARIO na AGENDA PELA IGUALDADE RACIAL E SOCIAL! PORQUE O CHICOTE TA QUEBRANDO EM NOSSAS COSTAS E QUEM TEM CONSCIENCIA SOCIAL APOIA O PROTAGONIS...MO NEGRO(A) NA LIDERANCA DA AGENDA DA IGUALDADE SOCIAL E RACIAL. See More
Videos
#MulheresNegras #Transversais #Tempo #26deJulho
4
AO VIVO Agora na Virada Pela Legalização do Aborto ▶ ▸12:00h ▏Valdecir Nascimento, Odara - Instituto da Mulher Negra"Diversos olhares sobre a liberdade de se fazer o que quiser com o próprio corpo". Assista! #PRecisamosFalarSobreAborto24h
58
80
Valdecir Nascimento no Congresso da UFBA, falando sobre revoluções de gênero
50
11
Posts

2018 já começou nos presenteando com a defesa da tese da nossa coordenadora do programa de Saúde do Odara- Instituto da Mulher Negra, Emanuelle Goes: Racismo, aborto e atenção à saúde : uma perspectiva interseccional. Imperdível! Felicidade nos define! Parabéns, Emanuelle! Vamos todas!

Image may contain: text

INSCRIÇÕES ABERTAS - ANO 2018
CURSOS PROFISSIONALIZANTES ACOPAMEC/CEP

As matrículas são presenciais na sede da Acopamec - Associação das Comunidades Paroquiais de Mata Escura e Calabetão localizada na rua São Mateus, 06, Mata Escura.

... See More
No automatic alt text available.
No automatic alt text available.
Acopamec Ba added 2 new photos.

INSCRIÇÕES ABERTAS - ANO 2018
CURSOS PROFISSIONALIZANTES ACOPAMEC/CEP

Posts

Do Cadernos Pagu - por Patricia Hill Collins ( Professora de Sociologia da Universidade de Maryland). Tradução Angela Figueiredo e Jesse Ferrell. Publicado originalmente em 1996 no Black Scholar Journal.

Postado por redação em 21/12 em Ações | 0 comentários O que é um nome? Mulherismo, Feminismo Negro e além disso* Cadernos Pagu versão On-line ISSN 1809-4449 – Cad. Pagu no.51 Campinas 2017 Epub 18-Dez-2017 ARTIGOS O que é um nome? Mulherismo, Feminismo Negro e além disso* What’s in a N...
institutoodara.org.br

#MinhaMãeNãoDormeEnquantoEuNãoChegar

Na manhã do último domingo (17) a equipe do Instituto Odara esteve reunida com as organizações parceiras e com as mulheres que integram o programa Minha Mãe Não Dorme Enquanto Eu Não Chegar, moradoras dos bairros do Uruguai, Nordeste de Amaralina, Cabula e Subúrbio Ferroviário de Salvador, bairros atendidos pelo programa. O encontro aconteceu na sede do Centro Cultural Alagados, no Uruguai, e teve como objetivo avaliar as ações de 2017 e pensar as perspectivas para 2018.

Leia na íntegra:

Postado por redação em 20/12 em Geral, Mulher | 0 comentários Odara e organizações parceiras encerram atividades do ano do Programa Minha Mãe Não Dorme Enquanto Eu Não Chegar Texto e fotos: Alane Reis Na manhã do último domingo (17) a equipe do Instituto Odara esteve reunida com as o.....
institutoodara.org.br

#MinhaMãeNãoDormeEnquantoEuNãoChegar #Fotos

A atividade de encerramento de 2017 do Programa Minha Mãe Não Dorme Enquanto Eu Não Chegar, aconteceu na manhã do último domingo (17), e reuniu a equipe e parceiras do Odara, as mulheres que integram o programa nos bairros do Cabula, Nordeste de Amaralina, Subúrbio Ferroviário de Salvador e Uruguai, e as equipes das organizações parceiras: Centro de Arte e Meio Ambiente (Cama), e o Odeart.

O objetivo do encontro foi avaliar as ações... de 2017 e pensar as perspectivas do Minha Mãe Não Dorme, em 2018.

Entenda mais: https://goo.gl/br8KuT

See More

Começou a final do Slam BR a Bahia sendo representada por Juh França poeta e integrante do Coletivo Zeferinas.

#VaiJuhFrança #ColetivoZeferinasTaNaCasa #JovensPoetasOrganizadxs #SlamBR #Odaras

It looks like you may be having problems playing this video. If so, please try restarting your browser.
Close
66,957 Views
SLAM BR- Campeonato Brasileiro de Poesia Falada was live.

GRANDE FINAL DO #SlamBR2017 AO VIVAÇO! Mariana Felix (SP), Cleyton Mendes (SP), Laura Conceição (MG), Bell Puã (PE), Kimani (SP) e Juh França (BA) disputam o troféu e a vaga na Copa do Mundo de Slam, em Paris! #SlamBR

#JuventudeNegra #JuventudeDeFavela #PorOutraPolíticaDeDrogas #ContraOGenocídio #LegalizarComJustiçaSocial

Quarenta jovens de periferias do Brasil estiveram reunidos entre os dias 7 e 10 de dezembro, no Rio de Janeiro, para debater o impacto da atual política de drogas na vida das juventudes de periferia.­ Duas jovens ativistas do Odara – Instituto da Mulher Negra, Alane Reis e Ana Paula Rosário, estiveram com o grupo no 1º Movimente-se, uma imersão com foco em formação política e construção de estratégias para enfrentar as várias violências racistas causadas pela suposta “guerra às drogas” que embasa as políticas de segurança no Brasil.

Leia na íntegra:

Postado por redação em 13/12 em Geral | 0 comentários JOVENS ATIVISTAS DO INSTITUTO ODARA PARTICIPAM DE ENCONTRO NACIONAL PARA DEBATER POLÍTICAS DE DROGAS O 1º Movimente-se contou com a participação de jovens de favelas de todo Brasil Quarenta jovens de periferias do Brasil estiveram reuni....
institutoodara.org.br

Lançamento #FOPIR
Caderno Temático 1 de Monitoramento das Proposições Legislativas relacionadas às Desigualdades e Discriminações Raciais - o documento demonstra o impacto dos Projetos de Lei (PL’s) na afirmação e negação da cidadania para população negra. O primeiro caderno traz os PL’s apresentados por parlamentares na Câmara Federal e Senado Federal, nas áreas da Cultura, Educação e Segurança Pública, destacando o grau de impacto desses no desenvolvimento da Juventude Negra e das Mulheres Negras. Confira na íntegra!

#Lançamento #FOPIR

Caderno Temático 1 de Monitoramento das Proposições Legislativas relacionadas às Desigualdades e Discriminações Raciais - o documento demonst...ra o impacto dos Projetos de Lei (PL’s) na afirmação e negação da cidadania para população negra. O primeiro caderno traz os PL’s apresentados por parlamentares na Câmara Federal e Senado Federal, nas áreas da Cultura, Educação e Segurança Pública, destacando o grau de impacto desses no desenvolvimento da Juventude Negra e das Mulheres Negras. Confira na íntegra!

See More
A publicação do Caderno Temático 1 de Monitoramento das Proposições Legislativas relacionadas às Desigualdades e Discriminações Raciais, pelo Fórum Permanente pela Igualdade Racial (FOPIR), tem como objetivo ampliar a incidência ...
fopir.org.br

Adiado o julgamento pela federalização do caso da chacina no Cabula.

Esperamos a nova data sair e continuaremos na luta.

#FederalizacaoJa #BastadeGenocidio #seguiremosnaLuta

No automatic alt text available.

#FederalizaCabula #EstadoGenocida #ContraOGenocídio #PovoNegro #JuventudeNegra

Nesta quarta-feira (13), a partir das 14h, acompanhe ao vivo o julgamento do caso da Chacina do Cabula, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), no portal da Tv Justiça (http://www.tvjustica.jus.br/)

A Chacina do Cabula ocorreu na madrugada do dia 6 de fevereiro de 2015, quando 12 adolescentes e jovens morreram e mais seis pessoas ficaram feridas, após uma operação das Rondas Especiais da Polícia M...ilitar (Rondesp), na Vila Moisés, em Salvador. O Ministério Público da Bahia (MP-BA) apontou diversos indícios de execução sumária por parte dos policiais, e os nove agentes acusados do crime foram absolvidos apenas um mês depois de serem denunciados pelo órgão. Em uma decisão considerada relâmpago para os padrões do Judiciário baiano.

O caso precisa sair da competência da Justiça Estadual e ir para a Justiça Federal. O estado da Bahia e o Brasil não podem ficar impune diante deste atentado escandaloso contra a vida humana!

Todo cidadão de bem que se importa com a vida e o futuro da juventude brasileira precisa exigir a responsabilização internacional do Brasil pelo descumprimento de obrigações assumidas perante a comunidade internacional, no campo dos direitos humanos, e a ineficiência atual das autoridades em dar resposta efetiva ao ocorrido

ACOMPANHE O JULGAMENTO, NESTA QUARTA, A PARTIR DAS 14H, NO SITE: http://www.tvjustica.jus.br/

See More
Image may contain: text

Diversos representantes de organizações da sociedade civil, artistas e ativistas ocuparam a TV Educativa da Bahia (TVE), levando o debate do Direito Humano à Comunicação e da Radiodifusão Pública. A ocupação de uma faixa da programação da emissora resultou no programa inédito “Ocupa TVE” que vai ser exibido hoje (terça-feira (12), às 21h, canal 10.1, o programa foi concebido pelo Coletivo Baiano pelo Direito à Comunicação (CBCom), o programa abordou temas como a representatividade na mídia, participação da juventude, comunicação pública e comunitária.

#PorUmaComunicaçãoDemocrática #comunicaçãolivredemocrática #mulheresnacena #povonegronafrente #censuranão #Odara #CBcom

No automatic alt text available.

#MulheresNegras #Bahia #ContraOFeminicídio #ContraOGenocídioNegro

Na última quarta-feira (05), o Odara – Instituto da Mulher Negra convocou as Mulheres Negras de Salvador para roda de diálogo para discutir como garantir que as mulheres negras estejam no centro das ações para o cumprimento da Agenda de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, como uma condição para o alcance de um Planeta 50-50 em 2030. A atividade reuniu no Centro de Estudos Afro-Orientais (CEAO), no Dois de Julho cerca de 40 mulheres dos diferentes segmentos.

Leia na íntegra

Postado por redação em 12/12 em Geral | 0 comentários ODARA INICIA DIÁLOGO SOBRE A AGENDA 2030 COM MOVIMENTO DE MULHERES NEGRAS DA BAHIA Próxima reunião será realizada no dia 21 de dezembro, das 14h às 18h, no CEAO. Na última quarta-feira (05), o Odara – Instituto da Mulher Negra convocou...
institutoodara.org.br
It looks like you may be having problems playing this video. If so, please try restarting your browser.
Close
1,913 Views
Odara - Instituto da Mulher Negra was live.

Roda de dialogo - Mulheres Negras Para um Planeta 50-50: O que queremos em 2030?

#Agenda5050 #MulheresNegrasNaLuta #ContraoRacismo #AViolenciaEPeloBemViver

Roda de dialogo - Mulheres Negras Para um Planeta 50-50: O que queremos em 2030?

#Agenda5050 #MulheresNegrasNaLuta #ContraoRacismo #AViolenciaEPeloBemViver

It looks like you may be having problems playing this video. If so, please try restarting your browser.
Close
1.9K Views