Posts
Image may contain: mountain, sky, cloud, outdoor and nature
360
Célio Vong is at Serra Do Ibitiraquire.

Serra do Ibitiraquire, que na língua tupi significa "Serra Verde" é um enorme conjunto de montanhas encravado entre os municípios de Campina Grande do Sul e Ant...onina, sendo o Pico Paraná o ponto culminante com seus 1.876m*.

Seja bem-vindo ao tour em 360º que permite deslumbrar as maiores montanhas do estado do Paraná. Com um zoom é possível ver um trecho da Trilha da Conquista que sai da face leste do Pico Caratuva e vai para o A1, o trecho das temidas escadas para chegar no cume do Pico Paraná e até as antenas do Pico do Ciririca. Um dos melhores parquinho de diversões do Brasil com muita montanha boa!

-Pico Paraná 1.876m*
-Pico Caratuva 1.856m*
-Pico Itapiroca 1.805m
-Pico Ciririca 1.740m*
-Pico Ferraria 1.745m
-Pico Tucum 1.720m
-Pico Camapuã 1.706m
-Morro Cerro Verde 1.618m

* Anuário Estatístico do Brasil 2016 (IBGE)

See More
Reviews
5.0
14 Reviews
Tell people what you think
Marco Aurelio Cammarata Prux
· December 4, 2017
Segurança, técnica e didática perfeitas! Além disso, escalar é muito mais divertido do que eu pensava! Se quer iniciar neste mundo, o Orlei é o treinador certo!
Pedro Cócaro
· August 17, 2016
Encontrei a Mundo Vertical em meio a pesquisas e fóruns para iniciar na escalada. Encontrei na Ana e no Orlei, além de excepcionais profissionais -que transportam seus ensinamentos para além da escala...da-, ótimos amigos.
Voltei a morar no RS e eles foram para SC. Quem quiser iniciar as aventuras pelas paredes verticais, sem medo de errar, vá com eles, mas cabe um aviso: ao término do curso, não terá apenas um papel certificando capacidade em escalar, mas também novos amigos, uma paixão e um mundo inteiro para explorar (agora verticalmente).
See More
Germano Martinelli
· August 17, 2016
Sou aluno e amigo da Mundo Vertical desde 2013. Minha relação com o Orlei e a Ana começou no Curso de Rapel - no qual rapidamente notei que, além de exímios dominadores das técnicas corretas de ativid...ades verticais, eram dotados de uma didática fenomenal, de uma sóbria responsabilidade para com a Natureza - afinal, Ela é a constante anfitriã de todo aquele que se dedica a esportes outdoor - e também de um caráter, uma visão de mundo, um trato com o ser humano, incríveis. Como pessoas, são verdadeiros modelos de quão belo e excelente o ser humano pode se tornar, bastando querer.

Findo o curso de rapel, por intermédio deles, fui inserindo-me no meio dos esportes outdoor, indo a mais atividades, aprendendo mais, conhecendo mais pessoas, tomando os primeiros passos em construir a rede de parcerias que todo montanhista tem.

Em setembro de 2014, fui ao pico do Monte Olimpo, na Grécia. Na rota E4, a principal da base ao topo, não havia escalada - era uma trilha - apesar de que o Olimpo, um ecossistema imenso, oferece todo tipo de atividade outdoor (e cultural, e contemplativa, sendo o trono dos antigos Deuses helenos!) pensável.

Durante o planejamento e a consumação da expedição, todas as dúvidas que me ocorressem, eu tratava remotamente com o Orlei e com a Ana. Equipamento, primeiros socorros, orientação, mínimo impacto, o que quer que fosse, eles faziam questão de responder - mesmo que precisassem ir atrás da informação.

E no fim daquele ano, de volta a terras brasileiras e gaúchas, eu - que havia aprendido a descer - agora me ocupava com aprender a subir, por meio do Curso de Escalada em Rocha I. Mais aprendizado. Mais horizontes subitamente abertos. Mais uma dimensão de um mundo novo abrindo-se.

Como o leitor dessa resenha pode deduzir, essa relação inicialmente profissional se tornou uma amizade fortíssima. Mais do que amizade, pensando melhor. Hoje, considero o casal como família. Mesmo eu tendo sido brindado pelo Destino com o melhor pai e a melhor mãe, o Orlei e a Ana são, por assim dizer, pais back-up! (Quem for embarcar na vida vertical rapidamente passará a ouvir falar de back-up).

Continuaram-se as várias jornadas montanhísticas, curtas e longas, com novas pessoas, velhos amigos, novos lugares, novas explorações de lugares já conhecidos, novas experiências, novos olhares sobre experiências já tidas, novos equipamentos, novas técnicas com equipamentos já conhecidos.

Em março de 2016, Orlei e Ana mudaram sua base de operação de Porto Alegre para Joinville. Em julho de 2016, passei uma semana com eles lá, e tive a oportunidade de, conduzido pelo Orlei, conhecer parte considerável dos lugares que Joinville tem a oferecer para o montanhista - e fiquei boquiaberto com a beleza dos lugares e as oportunidades de atividades!

Quem quer que tome o primeiro passo de embarcar em uma jornada com esses dois, com o perdão do clichê quase piegas, terá sua vida mudada. Para muito, muito melhor. Passará a ver o Mundo de pontos de vista que jamais imaginaria acessíveis (na maioria das vezes, de cima! Hehehe). Vencendo alguns desafios do início da vida vertical, descobrirá dentro de si a Coragem que jamais imaginaria que tinha (mas que na verdade sempre teve, dormente). Se tornará uma pessoa muito mais real.
See More
Michel Arendt
· November 19, 2015
Já fiz dois cursos na Mundo Vertical: Curso de Iniciação ao Montanhismo e Curso de Escalada em Rocha I. Pretendo ainda fazer o Curso de Escalada em Rocha II quando eu estiver preparado. Essa minha con...fiança na equipe da Mundo Vertical advém da honestidade e da seriedade no trabalho realizado. Muito preocupados com segurança e com aspectos ambientais, acredito que a Mundo Vertical é uma excelente porta de entrada para quem deseja praticar esportes mais radicais como rapel, escalada e montanhismo. See More
Videos
Segundo dia de práticas do CER I
17
Lixo
14
1
Chuva
6
8
Photos
Posts