Photos
Posts

Diário de bordo, data estelar 10.453,92 √2/5:

Acompanhando minha esposa para fazer a sobrancelha em um shopping. Eu iria procurar uma smart TV.

No quiosque, a mocinha oferece: ...

Continue Reading

Essa daqui eu estou devendo há um tempão:

Saindo do mercado, Pão de Açúcar, em Piedade ("Recife"), entrei no elevador para descer até o estacionamento.

Uma lapa de um cara (tipo, o bicho deveria ter quase uns dois metros de altura e o bicho era marombado), segurou a porta e me ajudou a entrar no elevador com o carrinho, provavelmente, por ter me visto de bengala.

...Continue Reading
Posts

Uma visitinha do “Batman”

Já passava de uma da manhã. Concluí um texto, saí do facebook, desliguei o computador, peguei o celular e… Entrei no facebook (vai entender…)

A máquina de lavar roupas aqui de casa, tem o péssimo hábito de tentar fugir. Ela não conseguiu fugir até hoje, por causa da barulheira que faz quando sai andando, desvairada, pela área de serviço. Se não fosse por isso, no mínimo, teria conseguido chegar até a sala e telefonado para pedir ajuda.

...Continue Reading

17° Andar do prédio da minha irmã. Entrei no elevador com um pote de sorvete de 1 litro. O conteúdo: Pudim de pão.

Entrei no elevador e do 17° ao 13°, soltei um "peidim ninja" (silencioso, porém mortal).

Lá pelo 10°, entrou uma senhora. ...
Com alguns segundos ela já começou a fazer uma leve careta e a "assoprar" pelo nariz.

Mais alguns segundos e ela perguntou:
"Você está sentindo esse cheiro ruim? Como se fosse cheiro de coco?"
Dissimulado:
"Hein? Não. Mas deve estar vindo daqui (batuquei de leve no pote de sorvete). São fezes para um exame."

Aquele silêncio constrangedor...
"Mas o senhor leva aí? Não era para ser naquele potinho?"

"Claro. Mas é que eu fiz muito e tinha uma parte mais mole e clara e outra mais durinha e escura... Como não entendo disso, não sabia que parte que tinha que pegar, peguei foi tudo."

A expressão de incredulidade dela foi impagável. Mais uns dois segundos e ela "discretamente" se afastou um passo de mim.

See More

A primeira ultrassonografia a gente nunca esquece.

Há algum tempo, vinha sentindo do nada, uma dorzinha incômoda na virilha (especificamente, nos “alforjes”).

Quarenta anos... Melhor ir ao médico. Ele requisitou alguns exames de sangue e um ultrassom do períneo e dos amigos da vizinhança.

...Continue Reading

"Boa tarde, eu gostaria de marcar uma ressonância magnética para tornozelo, perna, joelho, punho e cotovelo."
"O senhor quer tudo para o mesmo dia?"
"Sim."
"Não pode."
"..." (Então por quê perguntou, "juma*"?!)...
"Senhor?"
"Pois não?"
"O senhor vai querer agendar os exames?"
"Sim."
"Todos?"
"Sim."
"Não pode."
(Ela deve estar de onda...)

"Eu sei que não posso marcar todos para o mesmo dia. Quantos eu posso?"
"Ou um, ou dois, ou três. No máximo quatro."
(Ela TEM que estar de onda...)

"Ok. Eu vou marcar três e depois outros três."
"Não pode senhor."
"Mas não pode: Ou um, ou dois, ou três. No máximo quatro?"
"Mas se o senhor fizer três e depois mais três, vai dar mais que quatro."

"Sim, e eu faço como, se preciso fazer esses seis?"
"Tem que fazer alguns em um dia, outros em outro e outros em mais outros."
"E não foi o que eu estava tentando marcar? Fazer três e depois outros três em outro dia?"

"Mas o senhor falou "depois". Não pode ser depois, tem que ser em outro dia."
"Posso fazer um e aí, em seguida, faço outro antes?"
"Hein?"
"Deixa para lá. Ok. Quero marcar três em um dia e três em outro."

"Preferência para dia e horário?"
"Quartas feiras. Mas, só posso chegar após as 19:30."
"Eu tenho terça às 16:30, posso marcar?"
"Não. Quartas, após 19:30."
"Na quinta eu tenho..."
"Não. Só posso as quartas, após as 19:30."

"Então só quarta... Tenho quarta, dia 1 de março, as 19:40. Pode ser?"
"... (Dai-me paciência)... Sim, pode."
"Nome completo, convênio, idade, (e todas as perguntas de praxe)"
"Pronto. Está marcado. Vamos marcar as outras para quando?"
(Por quê? Por quê sempre tem que ser comigo?)
"Quartas. Após as 19:30."
"Ok. Deixa eu ver... Tem na quarta, dia 1 de março, as 21:20. Pode ser?"
(AAARRRGGGGGHHHHHHHH!!!)

"Não, não pode."
"Mas o senhor disse que só poderia.. "
"Meu amorzinho: Se eu fizer 3 as 19:40 e outros 3 as 21:20, estarei fazendo mais de quatro."
"Ah, é verdade. As vezes parece que eu não penso direito. Hehehehehehehehehe"
(Só as vezes?)
"Dia 08 de março, as 19:40, pode ser?"
"Sim."
"Ok. Paciente Gustavo. Ressonância do ombro, punho e joelho..."
"Ué... Não. Por que você não marcou tudo do mesmo membro para um dia e tudo do outro membro no outro?"
"Foi o que eu fiz."
"Não sei você, mas o meu joelho não fica junto com o punho e o ombro."
"Vixe! É mesmo. Deixa eu corrigir."

Passei mais uns cinco minutos, até ela reorganizar tudo.

"Prontinho seu Gustavo. Tudo marcado para os dias 01 e 08 de março. Primeiro a perna e depois o braço."
"Ok. Obrigado."
"Viu? Deu tudo certo. O senhor podia as quartas e conseguimos nas quartas. O senhor só pode chegar depois das 19:30 e ficou no horário das 19:40."
"Obrigado. Quarta, as 19:40 eu chego lá."
"Não. As 19:40 não. Tem que chegar com 30 minutos de antecedência!!"

Taquêopáríu... Eu mereço...

See More
Conto ou não updated their cover photo.
Image may contain: 1 person, text

(Apesar de ter a minha cara, não foi comigo, esse fato.)

"As secretárias de alguns médicos devem crer que são doutoras.
Algumas perguntam, quando chegamos à uma consulta, a razão da sua visita e você tem que responder, diante de todos, as perguntas que lhe fazem o que às vezes é muito desagradável.

...

Não há nada pior que uma recepcionista que te pede para dizer o que está se passando contigo numa sala de espera cheia de pacientes.

Uma vez entrei para uma consulta e me aproximei de uma recepcionista pouco simpática.
- Bom dia, senhorita!

A recepcionista me disse:
- Bom dia, senhor, o que o senhor está sentindo? Por que quer ver o Doutor?
- Tenho um problema com meu pinto, respondi.

Como alguns dos presentes riram, a recepcionista se irritou e me disse:
- Você não deveria dizer coisas como estas diante das pessoas.
- Porque não?... você me perguntou o que eu estava sentindo e eu respondi.

A recepcionista sem jeito me disse:
- Poderia ter sido mais dissimulado e dizer, por exemplo, que teria uma irritação no ouvido e discutir o real problema com o Doutor, mais tarde e em particular.

Ao que eu respondi:
- E você não deveria fazer perguntas diante de estranhos, se a resposta pode incomodar.

Então sorri, saí e voltei a entrar:
- Bom dia Senhorita!

A recepcionista sorriu meio sem jeito e perguntou:
- Sim???
- Tenho problemas com meu ouvido!

A recepcionista assentiu e sorriu, vendo que havia seguido seu conselho e voltou a me perguntar:
- E... o que acontece com o seu ouvido, senhor?

- Arde quando eu mijo!

A sala de espera explodiu em risada..."

See More

Assinando a papelada para fazer endoscopia, chega um coroa todo desconfiado.

Entregou a requisição.
A mocinha leu e perguntou em alto e bom tom:
"O senhor seguiu as instruções que estavam no papel que entregamos?"...
"Segui sim senhora." Sussurrou ele, cabreiro.

"Pronto, então o senhor pode aguar..."
Chegou a esposa, esbaforida, interrompendo todo o ritual.
"E então, Luiz Otávio? Já deu para a moça o papel do exame? Moça, ele vai fazer uma colonoscopia. Esse exame é complicado?"

Luiz Otávio fuzilou a coroa com os olhos e disse para quem quisesse ouvir:
"Puta que pariu Eloíza, precisava berrar para todo mundo que vão enfiar um troço no meu cu?"

Tentei não rir.
Mas a mocinha que estava me atendendo cuspiu o café longe... Melou computador, papéis, meus documentos...

Gargalhei alto!

See More
Conto ou não updated their status.

Centro da cidade aqui em Recife (igual ao Saara no Rio.)

Como estou de muletas, fiquei pela lanchonete em que comemos e minha esposa foi comprar os cacarecos dela.

Sentou uma coroa do meu lado. Ela pediu um combo que vem coxinha, batata frita e refri. ...
(Eu feliz da vida, com um fone de ouvido, ouvindo "All together now" lembrando dos amigos da adolescência)

"Moço, o senhor pode trazer outro pratinho e copinho?"
O cara trouxe. Ela serviu os dois copos, dividiu a batata e empurrou-os na minha direção:

"Toma moço. Eu nunca aguento comer isso tudo sozinha. Como você é gordinho, sei que aguenta."

Dei um belo sorriso para ela, enquanto minha mente começou a discutir internamente:
- Gordo é o teu *. Está pensando o que? Que só porquê estou acima do peso, como tudo o que vejo pela frente? Essas coisas me irritam...
- Pohan... Ela colocou mais batata para mim, que para ela mesma, que legal.
- Não. Não cede. Ela te chamou de gordo.
- Sim, mas é batata frita...
- E daí? Cadê seu orgulho?
- Que orgulho o quê? Gordo e comida casam super bem! Passa saporra dessa batata para cá!
- Mas e a raiva, como fica?
- Depois de comer eu respondo. Estou com raiva e eu como quando estou com raiva.

Ah! A falta de amor próprio... Gente boa, Dona Suzana. Viúva, tem um netinho de cinco anos e veio comprar as coisinhas para o aniversário dele, dia 30...

See More

Momento cuecas e hospitais.

Após toda uma maratona acompanhando um familiar internado, já estava sem roupas limpas. Nem as do próprio corpo.
Lembrei-me que tinha uma calça jeans limpa no porta malas.

...

Terceiro piso do edifício garagem, 21:00...

Esvaziei os bolsos da bermuda, coloquei tudo no teto do carro, deixei a calça de prontidão.

Parei junto a porta direita traseira, olhei para um lado, para o outro e "vap" tirei a bermuda. Neste momento, meu celular toca láááá na porta esquerda dianteira.

Fiquei um tempo decidindo se atendia ou vestia as calças. Poderia ser algo urgente. Corri para atender. (Era minha mãe).

Neste momento, DOIS dos três elevadores param no andar, cheios de gente. Um carro chega procurando vaga e percebo que havia gente dentro do carro em frente ao meu.

"O que é um peidinho, para quem está todo cagado?"

De meia e cuecas, falando ao telefone, peguei a chave do carro, abri o porta malas, peguei o perfume no bolso da minha mochila...

See More

Eu só queria pedir pizza....

- Domino's Piedade boa noite.
- Boa noite eu queria pedir o combo com duas pizzas médias de frango com requeijão e refrigerante de dois litros.
- Senhor, este combo não existe....

Continue Reading
Conto ou não updated their status.

"Vamos fazer uma sessão cinema?"

E assim começou meu final de noite...

Juju foi fazer pipoca de microondas....

Continue Reading

O ventilador (parte I)

Enquanto isso, em uma famosa rede de lojas de um shopping de Caruaru (Agreste de Pernambuco)

"Moço, por favor, aqui está dizendo que parcelam em 10 vezes. Os ventiladores também?"...
"Não. Apenas som e áudio."
"Entendi... Mas só SOM e ÁUDIO?"
"Só."
"E vídeo?"
"Ah. Vídeo também."
"E esse ar condicionado com o papel dizendo que parcela em 10 vezes sem juros? Ele é SOM, ÁUDIO ou vídeo?"
"É porquê ele é acima de R$250,00."
"Então vocês parcelam SOM, ÁUDIO e tudo que for acima de R$250,00, em 10 vezes sem juros."
"Sim."
"E se eu quiser dividir o ventilador?"
"Divide também."
"Mas ele é R$100,00."
"É R$250,00."
"Ok amigo. Eu entendi. A partir de R$250,00, divide em 10 vezes sem juros. Mas, vamos fingir, por um momento, que eu queira dividir um ventilador que custe R$100,00. Há a possibilidade?"
"Para dividir é R$250,00."
"Ok. Então, abaixo de R$250,00 não divide em 2 vezes, ou com juros, por exemplo?!"
"Divide com juros."
"Em quantas parcelas?"
"Em quantas o senhor quiser."
"Se eu quiser em trezentas parcelas?"

Cri cri cri cri

"É... Não. Em quantas parcelas o senhor quiser, até 12 parcelas."
"ÁUDIO e SOM também?"
"Sim."
"Mas ÁUDIO e SOM não era em 10 vezes sem juros?"

Cri cri cri cri

"É..."
"Então o ventilador de cem reais posso parcelar em quantas parcelas eu quiser, contanto que não passe de 12, com juros. Já o SOM, o ÁUDIO o vídeo eu parcelo em 10 sem juros. É isso?"

HD em processamento...

"É. É isso."
"Mas e o ar condicionado? É em 10 sem juros, 12 com juros?!?!"
"Eu... Eu... É que..."
"E se eu quiser levar um ventilador de R$100,00 e outro de R$250,00... Eu posso parcelar o primeiro em 8 com juros e o segundo em 6 sem juros?"
"Eu... É que... Eu acho que pode..."
"Ué, mas não eram em 10 sem juros? Por quê você quer me vender em 6 sem juros?"
"Hein?"

Desisti de continuar me divertindo, poderia causar um traumatismo craniano com o inchaço cerebral...

"Ok. Deixa para lá. Quanto fica, esse ventilador aqui, de R$100,00 dividido em 4 vezes?"
"Não sei."
"Se o senhor que trabalha aqui não sabe, como eu, que sou um cliente, faço para saber?"
"Quando o senhor passar no caixa... Lá, na hora de pagar, vai saber..."
"Ué, é loteria? Eu chego lá e descubro na sorte, depois de comprar? E se eu chegar lá e forem 4 parcelas de 40 reais?"
"Não... Não deve dar isso tudo não... Acho que fica no máximo uns... Uns 20 reais."

(100:4)+juros=4 parcelas de 20 reais...
Brasil, pátria educadora

"Entendi... E, esse ventilador de R$250,00? Se for parcelado em 10 vezes sem juros? As parcelas ficam de quanto?"
"Só no caixa..."

Desisti e fui ao encontro da minha esposa e cunhada...

See More

Voo da morte

… Minha poltrona era a 1D.

Eu nunca tinha voado na primeira fila. Aí, para piorar, tirando eu e o cara da 1C, as três primeiras fileiras do avião, o mais novo deveria ter uns 95 anos.

...Continue Reading

Inicialmente, esse daí seria um esquete. Por isso, está em forma de roteiro.

SAINDO DA DESPENSA
PERSONAGENS:
Osvaldo, patriarca da família....

Continue Reading

Vou virar cantor...

No sinal, carro parado, janelas abertas. Música alta no som. Do meu lado (passageiro), encosta um caboclinho de moto.
Refrão:
(Cantor): "I can treat You better..."...
(Eu): "I can treat You better..."
(Cantor): "... Better than he caaaan..."
(Eu - enchendo os pulmões): "... Better than he caaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaannnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn-a-a-annnnnnnnnnnn!!!!!"

Tipo, o cantor da música no refrão do rádio encerrou e eu continuei no agudo...

De repente tomei um susto com um caboclinho de moto enfiando a mão dentro do carro, para me cumprimentar.

Ele apertou minha mão, bateu palmas e saiu dizendo:
"Muito bom!!!"

E eu lá, tentando entender o que tinha acontecido...

See More

Ah... As coisas que me acontecem...

A velhinha e o padre

Ontem, fui à FENELIVROS, assistir à palestra de Augusto Cury. ...

Continue Reading