Posts
No automatic alt text available.
Image may contain: drink
Image may contain: people sitting and food
Image may contain: outdoor
Virgílio Loureiro added 4 new photos.

De novo o vinho "Alça a Perna", da Herdade do Cabeço de Azinho, em Serpa

O meu amigo João Canena e o amigo dele António Cortez de Lobão, não deixam de me surpre...ender. Acabam de me enviar fotografias do célebre vinho "Alça a Perna", que no início do século XX fazia furor em Serpa e arredores. De facto, o furor era tanto que era mais conhecido por "Alça a Perna e Mija à Esquina" tal a quantidade que os apreciadores bebiam.

Acontece que nas investigações que têm andado a fazer na Herdade do Cabeço de Azinho descobriram garrafas originais de 1920, produzidas, provavelmente, pelo bisavô de Cortez Lobão. Imagino que não tenha sido intencional guardá-las por mais de um século, pois é provável que desconhecessem a tradição da época romana, em que os vinhos mais apreciados (e mais caros) eram os velhos e muito velhos. Quando os romanos endinheirados queriam mostrar a sua ostentação ofereciam aos convidados vinhos muito velhos, às vezes com mais de cem anos. E pediam a todos os convivas para não se fazerem rogados a beber, como no famoso Banquete de Trimalquião, do Satíricon de Petrónio, onde o anfitrião proferia alto e em bom som: "Amigos, bebei sem cerimónia; pois, se não, como poderiam nadar os peixes que comemos?"

Não faria sentido recriar um Banquete romano nos tempos de hoje em que a temperança impera (?!), mas há a promessa de se abrir e partilhar o Alça a Perna centenário, pelo que se justifica uma vista a Serpa em data a anunciar.

Entretanto, os nossos amigos de Serpa e Cuba, nas investigações que continuam a fazer na Herdade do Cabeço de Azinho, encontraram mais "pipalhas" - que têm feito um grande sucesso entre os enófilos digitais - cujas fotografias tenho todo o gosto em partilhar com todos.

See More
Image may contain: one or more people and indoor
No automatic alt text available.
No automatic alt text available.
No automatic alt text available.
Virgílio Loureiro added 4 new photos.

As descobertas sensacionais do meu amigo João Canena, da Herdade da Pigarça (Cuba)

Esta tarde fui surpreendido com uma fotografia que o meu amigo João Canena me... enviou, em que perguntava se o objecto fotografado devia chamar-se barrica ou talha! Quando o vi fiquei perplexo, pois nunca tinha visto nada parecido. Liguei-lhe imediatamente, para saber mais a respeito destas vasilhas tão originais. Disse-me que eram de 1814 e estavam assinadas pelo artesão - Manuel José - depreendendo-se facilmente que eram portuguesas e, provavelmente de origem local. Depois de falar com um amigo de Serpa fiquei a saber que poderão ser de Vale de Vargos, onde há séculos atrás havia um centro de produção de talhas e provavelmente de pipas de barro. O João Canena foi encontrá-las em Serpa, na Herdade do Cabeço de Azinho, do Visconde de Lobão, famosa pela qualidade dos seus vinhos e, já no final do século XX, famosa por aí ter sido rodada a conhecida telenovela Roseira Brava, produzida por um famoso filho da terra - o saudoso Nicolau Breyner.

O vinho produzido na Herdade era vendido em Serpa na casa do Visconde Lobão, que fica mesmo ao lado direito da Câmara Municipal quando se está virado para a frontaria. A adega era no rés-do-chão e desnivelada em relação à rua, entrando-se por uma janela para o ir buscar às pipas de barro, que estavam todas alinhadas e encostadas à parede. Não surpreenderá, pois, que o vinho tivesse a alcunha do "Alça a Perna", visto ser preciso fazer alguma ginástica para entrar pela janela! Porém, a alcunha não acaba aqui, pois como o vinho era bom e se bebia abundantemente, rapidamente fazia sentir o seu efeito diurético, merecendo a algunha completa de "Alça a Perna e Mija à Esquina"!

A notícia mais entusiasmante de todas é saber que o descendente do Visconde - António Cortês Lobão - e o seu amigo João Canena já estão a plantar 15 hectares de vinha para ressuscitar o célebre vinho "Alça a Perna", que irá ser estagiado em pipas/talhas de barro, que para não serem confundidas nem com umas nem com outras eu proponho que se chamem pipalhas.

Em breve regressarei ao tema, depois de mais alguma investigação, pois as "pipalhas" são uma originalidade mediterrânica que fazem lembrar vagamente os célebres barris fenícios de há 2500 anos (de Castro Marim) e as cupae romanas maciças (dos arredores de Beja).

See More
Photos
Posts

Vinhos Casas Altas Imparáveis

Durante a última Feira de Vinhos e Sabores de Pinhel, no fim de semana de 17, 18 y 19 de novembro, esta aristocrática cidade beirã converteu-se na capital do vinho da Península Ibérica ao receber a gala de entrega de prémios do Concurso VinDuero-VinDouro 2017, à qual assistiram centenas de produtores portugueses e espanhóis. Os vinhos da região estiveram ao mais alto nível, nomeadamente os prestigiados Casas Altas, que não deixaram os seus crédit...os por mãos alheias, pois na 3.ª Edição Beira Interior Vinhos e Sabores, o Casas Altas Rufete, de 2014, arrebatou o Grande Prémio Escolha da imprensa. No dia seguinte o Riesling teve medalha de ouro e o Verdelho prata, atribuídos por um júri misto. Porém, um outro júri, exclusivamente feminino, atribuiu a cada um medalha de ouro, deixando todos os pinhelenses orgulhosos.

A tarefa é gigantesca, mas aos poucos os vinhos da Beira Interior vão saindo do anonimato, a casta Rufete torna-se conhecida e admirada e os vinhos Casas Altas começam a andar na boca dos enófilos do lado de cá e de lá da fronteira.

Os vinhos SWOP estão mais uma vez de parabéns!

See More

Os vinhos Casas Altas começam a ser conhecidos e reconhecidos. Quando se tira a rolha da garrafa e se provam fica-se fã. A Beira Interior no seu melhor!

SWOP shared a link.
Portugal devia ter anunciado ao mundo a sua história com o vinho de talha há muito mais tempo, defende Virgílio Loureiro.
publico.pt
Image may contain: drink, table and indoor
Image may contain: drink and indoor
No automatic alt text available.
Valeria Zeferino added 3 new photos.

Beira Interior
Nas castas tintas, também há uma estrela, tímida, mas ascendente – Rufete. É uma casta que dá vinhos com pouca cor e pouco tanino, acidez contida..., mas macios e aromaticamente atraentes. É uma alternativa interessante a vinhos de outras regiões do país.
В красных сортах тоже наметилась местная звезда, скромная, но восходящая. Это Руфете, в котором мало цвета, мало танинов, аккуратная кислотность в сочетании с мягкостью и ароматностью отлично противопоставляются мясистым Алентежу, танинным Дору и откровенным в кислотности Дау с Байррадой.

See More

Alguns dos vinhos SWOP apresentaram-se pela primeira vez em New York, perto de Wall Street, há duas semanas atrás. Não se intimidaram com a mediática concorrência italiana, espanhola, neozelandesa, sul americana e alemã e fizeram abrir a boca de espanto a muitos profissionais do trading! Os comentários mais vulgares foram os seguintes: 1) "Pensava que em Portugal só havia Porto e Verde", 2) "Não imaginava que houvesse vinhos de talha em Portugal", 3) "Os vinhos são deliciosos e tão baratos!"

Temos de reconhecer que continua (quase) tudo por fazer. Se só pensarmos em vinhos de supermercado a US $ 9,99 na prateleira da garrafeira não vai ser fácil a mudança.

Image may contain: 3 people, people smiling, people standing and indoor
Image may contain: 3 people, people sitting
Image may contain: 1 person
No automatic alt text available.
Image may contain: 1 person
Image may contain: drink
VINILOURENÇO added 3 new photos.

Eis a boa nova!
8ª Edição Concurso Internacional de Lyon com vinhos de 28 países e mais de 5000 vinhos em degustação.
Pai Horácio Tinto 2013 - Medalha de Ouro ...
https://www.concourslyon.com/…/fiche-vin-24148-pai-horacio-…

D.Graça Reserva Tinto 2013 - Medalha de Ouro
https://www.concourslyon.com/…/fiche-vin-26216-d-graca-rese…

Rabugento Tinto 2011 - Medalha de Prata
https://www.concourslyon.com/…/fiche-vin-26207-rabugento-re…

Queremos dizer, com absoluta certeza do reconhecimento, muito obrigado a toda equipa Vinilourenço !

See More
SWOP shared a memory.
May 21, 2017

Mais um vinho SWOP reconhecido

D. Graça Tinto Escolha Virgilio Loureiro Grande Medalha de Ouro no Concurso Vinhos de Portugal.

#OsVinhosdoVirgílio #Wine_in_moderation

Image may contain: drink
No automatic alt text available.
Image may contain: 1 person
Image may contain: drink
VINILOURENÇO added 3 new photos.

Eis a boa nova!
8ª Edição Concurso Internacional de Lyon com vinhos de 28 países e mais de 5000 vinhos em degustação.
Pai Horácio Tinto 2013 - Medalha de Ouro ...
https://www.concourslyon.com/…/fiche-vin-24148-pai-horacio-…

D.Graça Reserva Tinto 2013 - Medalha de Ouro
https://www.concourslyon.com/…/fiche-vin-26216-d-graca-rese…

Rabugento Tinto 2011 - Medalha de Prata
https://www.concourslyon.com/…/fiche-vin-26207-rabugento-re…

Queremos dizer, com absoluta certeza do reconhecimento, muito obrigado a toda equipa Vinilourenço !

See More
Image may contain: 1 person, drink
VINILOURENÇO

3° DIA Vinexpo 2015 - Aguardamos pela sua Visita.

Image may contain: drink
VINILOURENÇO

De 25 a 28 de Fevereiro, todos os caminhos vão dar à... ESSÊNCIA DO VINHO - PORTO - PALÁCIO DA BOLSA. Visite-nos!!!

Na próxima sexta-feira os vinhos SWOP vão ser apresentados em Aveiro pela primeira vez. O palco da apresentação é o Hotel Meliá Ria, cujo Chef desenhou um menu especial para o efeito. Ainda está a tempo de participar...

No automatic alt text available.
No automatic alt text available.
Image may contain: drink
Image may contain: drink
No automatic alt text available.
Image may contain: dessert and food
Jorge Lourenço added 5 new photos.

Muito obrigado a todos os que estiveram presentes na comemoração dos 10 anos da VINILOURENÇO e lançamento de alguns vinhos em especial o PAI HORÁCIO. Agradeço t...ambém aos que não puderam estar por vários motivos.
Muita desculpa aos que me esqueci de convidar, sabem que serão sempre bem vindos.
Uma palavra muito especial as pessoas e colaboradores que ajudaram e continuam a tornar possível que este sonho seja cada vez maior.

See More